Trânsito de Vénus 8 Junho 2004

Sra.do Monte, Leiria - Portugal
6:20 e 12:25 (TU)

Este tão esperado evento astronómico aconteceu num dia que se pode considerar praticamente perfeito, com céu limpo por todo o País e durante todo o evento. As condições meteorológicas eram realmente o único aspecto que poderia impedir presenciar tão raro e único evento.

Tudo começou algumas horas antes com a carga do carro com o equipamento, estando pronto a seguir os buracos nas nuvens se fosse caso disso, mas as fotos de satélite perto das 3 das manhã eram bastante animadoras (felizmente ao contrário das previsões em vários websites), e lá arranquei para a Sra. do Monte em Cortes, de modo a chegar a tempo de ainda poder ver a estrela Polar para alinhar a montagem.

O nascer do Sol marcou o início de algo não presenciado pela Humanidade faz mais de 120 anos, não somente importante por este facto, mas sim porque este trânsito é só por si um evento impressionante - até poderia acontecer todos os anos, porque não deixaria de ser uma bela demonstração da mecânica do nosso Sistema Solar, logo o desejo de presenciar na primeira pessoa foi forte.
Houve a inevitável excitação e azáfama natural de querer observar, apreciar e registar simultaneamente uma cena que nunca mais se irá repetir na vida. Existem momentos únicos e este foi um deles.

O Sol ás 5:23 TUC a 2 graus de altitude
O Sol ás 5:23 TUC a 2 graus de altitude
Disco solar ainda uma tanto "abatatado" pela refracção atmosférica e turbulência. O trânsito já se tinha iniciado...

Foi possível fotografar o Sol antes de Vénus começar "a morder" o limbo, mas a turbulência e nuvens não deixou obter imagens muito nítidas, mas no entanto proporcionou várias imagens do Sol fortemente distorcido.

Deixei as máquinas a registar o famoso "efeito de gota" que ficou até bastante perceptível na animação do ingresso. Realmente, julgo que o efeito de gota está bastante relacionado com a turbulência, pois no caso do egresso não consegui detectar tal efeito nem nas imagens nem visualmente.

O efeito de "gota"
O efeito de "gota"
Nesta altura já o disco de Vénus estava completamente ingressado.
A turbulência pode não ser a única causa mas pode exacerbar bastante o efeito de "gota"


Mesmo após ter visto simulações e fotografias sobre o evento, nada me preparou para aquele enorme disco absolutamente negro e perfeito quando havia momentos de pouca turbulência. A sensação visual e tridimensional acho que será irreproduzível.
Estando habituado a observar o Sol praticamente todos os dias, achei esta "mancha preta" realmente insólita e fora de comum. Durante o trânsito foram várias as vezes que me pus a apreciar tal espectáculo, intercalando com pequenas sonecas interrompidas pelo o alarme de 12 em 12 minutos para ir tirar mais uma foto.

Até que chegaram os derradeiros momentos do trânsito e mais uma vez a azáfama foi grande. Um dos telescópios (Tak FC60) ficou encarregado de tirar fotos de 10 em 10 segundos enquanto no ETX90 fui intercalando com registo de filmes e observação visual.
Foi uma longa e excitante sessão, num dia perfeito em não faltou ar puro e Sol para o primeiro bronzeado do ano.

As imagens e animações abaixo são a recordação material que fica para mais tarde apreciar e relembrar e obviamente partilhar por todos os que se fascinam com estes momentos.

Nota importante:
Em todas as imagens e observações foram utilizados com filtros solares apropriados para a observação visual do Sol através de um telescópio. Estes filtros só deixam passar 0.00001% da intensidade da luz, assim como bloqueiam completamente as radiações nocivas, tais como os UV.

Trânsito 05:45 - 11:00 TUC Animação de ingresso
Animação de ingresso
(282Kb)
 
Animação do trânsito
Animação do trânsito
(1.2Mb)



Animação de egresso
Animação de egresso
(1000Kb)

Animação de egresso
(centrada no planeta)
(820Kb)

Trânsito 05:45 - 11:00 TUC
Animação com intervalos ~12 minutos
As animações do ingresso e egresso foram espaçadas em 10 segundos
Takahashi FC60+ExtQ 1.6x f/12.4 (745mm)e Nikon D70

Foi pena não estarem presentes manchas suficientemente grandes e escuras para contrastarem com a silhueta de Vénus, pois tornaria ainda mais interessante para quem observasse o Sol pela a primeira vez. Tive esperança que os grupos 0627 e 0628 se desenvolveriam mais, mas tal não ocorreu o que é normal para actual fase do ciclo solar.

A meio do trânsito
A meio do trânsito
Takahashi FC60+ExtQ 1.6x f/12.4 (745mm)+ Nikon D70
(clique na imagem - click on the image) para maior

Tendo Vénus praticamente o mesmo diâmetro da Terra, esta silhueta tem o tamanho do nosso próprio planeta se observado a cerca de 43 milhões de quilómetros. Mas ainda mais espantoso é que o Sol ainda se encontrava mais de 100 milhões de quilómetros atrás... tudo fica anão ao pé do Sol. Se hipotéticamente transportássemos a sombra até à "superfície" do Sol a silhueta não seria muito que metade da distância entre as duas maiores manchas solares presentes na foto acima (ao centro).

Dos melhores momentos do trânsito
Dos melhores momentos do trânsito
O efeito 3d no final do trânsito era bastante acentuado pelo escurecimento do limbo.
Meade ETX90 f/14.3 (1283mm)+ toucam pro


 

Tempos dos contactos

Contacto III - 11:06:04 TUC Contacto IV - 11:25:08 TUC*
Contacto III - 11:06:04 TUC
Contacto IV - 11:25:08 TUC*

 


Cálculo da distância Terra-Sol segundo o site VT-2004 Observation Campaign em http://vt2004.imcce.fr/vt2004i/Index.php

Cálculo da distância Terra-Sol





Vistas do local e equipamentoVistas do local e equipamento
Vistas do local e equipamento
Vistas do local e equipamento
A Sra. do Monte é dos locais com maior altitude (400 metros) nos arredores de Leiria, por tal, tem um bom horizonte para o Nascente e Poente, foi pena as neblinas e nuvens no início do evento.
Um grande e arisco sardão também se fartou de apanhar Sol

* para saber mais detalhes relativos a este evento ver http://www.tv2004.org/