Nebulosas:

Objectos fascinantes do céu profundo, as Nebulosas não são apenas os berços estelares.

São as mais coloridas e impressionantes obras de arte do Universo.

Normalmente desprovidas de cor quando observadas por um telescópio modesto, carecem ainda assim de céus bastante escuros para que seja observado algum do seu explendor.

É no entanto, possivel captar as diferentes colorações, estruturas, através do recurso ao registo fotográfico de longa exposição.

Aumentando a 'injecção' de fotões numa pelicula fotográfica ou numa camera CCD através do recurso a exposições longas (na ordem dos minutos ou mesmo horas), e com a ajuda indispensável de equipamento que faça o seguimento automático da rotação da esfera celeste (normalmente através de uma montagem equatorial motorizada), podemos obter resultados bastante interessantes e que até podem resultar em excelentes quadros decorativos para a nossa sala. Pessoalmente, prefiro-os a qualquer tela de óleo de um pintor famoso. Só não têm o mesmo valor material. Mas a beleza de registarmos fotograficamente o passado é inigualável.

Esta é uma foto da Nebulosa de Orion, um dos objectos mais fascinantes do céu, que num local suficientemente escuro é possivel de detectar a olho nú (desde que se saiba onde procurar, claro). Mas não esperem ver muito mais do que um aspecto estelar.

Setup utilizado: Newton Orion SkyView Pro 8', camera Canon EOS300 em prime-focus (acoplada ao focador do telescópio), filme Kodak Elite Chrome 200, exposição de 12 minutos com guiagem manual através do Refractor 80mm.

Data: 23/12/2003

A estrela central desta foto é Zeta Orionis, também na Constelação de Orion. À direita a famosa Nebulosa da Cabeça do Cavalo e em baixo da Estrela, a Flame Nebula.

Este objectos costumam ser um dos mais apetecíveis de fotografar, até pela sua magnitude aparente que os torna invisiveis através de um telescópio sem recurso a filtros (embora exista quem afirma que já os conseguiu ver).

Esta foto utilizou o mesmo setup da anterior, embora o tempo de exposição fosse ligeiramente maior.

O original desta foto apresentava visiveis problemas de guiagem, mas que o amigo José Rola, conseguiu disfarçar no PhotoShop, uma ferramenta indispensável para um astrofotógrafo. Além de que consegui melhorar bastante o resultado final.

Não descubriram a cabeça do cavalo ? Vejam melhor...